Sonho que se sonha só

Dia desses, coloquei o Nicolas para dormir, ou seja, após mamar, trocar fralda e arrotar, ele cansou e resolveu dormir… rsrs

Fiquei com ele no colo por alguns minutos, o suficiente para ele cair no sono. Naty e eu também já estávamos prontos para deitar, mais ficamos ali babando em cima do Nico. O sono dele era tão intenso, porém, muito leve, sem preocupação com despertador, com contas à pagar, com a vacina que ele ainda não sabia que tomaria no dia seguinte(BCG), um sono de bebê.

Fiquei fascinado quando vi que ele estava sonhando, seus olhinhos mexiam, mesmo fechados, sorrisos e caretas, pequenos tremeliques… pensei comigo “Como um bebê de 7 dias pode sonhar? ” dormi com essa interrogação na cabeça.

No dia seguinte, voltando para casa(da pós) de carona com um grande amigo, discutimos sobre o assunto, e ele me fez lembrar, uma coisa muito óbvia(agora, pois no momento fiquei com uma cara de NOSSAAA!), o bebê, mesmo dentro do útero já dormia, acordava, se alimentava(de outra maneira) e quem sabe até sonhava, ou seja, ele não tinha apenas 7 dias de vida, mas, 40 semanas + 7 dias de experiências, muitas mudanças recentes, o sol e a luminosidade de tudo, o seio da mãe, o início da inserção da linguagem entre outros acontecimentos.

Percebi então que o sonhar deve fazer parte de todo um processo de aprendizagem, pois, pelo menos comigo, sempre que tenho uma prova, concurso ou algum tipo de avaliação na manhã seguinte, a última coisa que faço antes de dormir e repassar todo o conteúdo para que no outro dia eu já acorde com aquila na cabeça… comigo funciona, mas creio que não seja uma regra, as maneiras cognitivas de aprendizagem, variam de um para outro sujeito, ou não?!

Anyway, ver ele sonhando me fez ficar feliz, um ser tão pequeno(comparado a mim, porque se comparar com outros bebês ele é enorme…rs), frágil e tão cheio de curiosidades, ansioso para se virar sozinho, captando tudo e todos ao seu redor, dormindo e sonhando ali, sozinho, no meu colo, ele pensa que esta sonhando só, mas, Naty e eu estamos sonhando com ele, até mesmo sonhando ele, cada um o seu sonho, cada um o seu desejo.

Leia Mais

Nicolas e o grito mudo!

A primeira de muitas histórias com Nicolas trolando a família.

Ontem a noite, as 3 gerações se reuniram para ver o jogo do Corinthians. Nicolas é o talismã, pois nasceu bem no dia(20/06)a da classificação para a inédita final da Libertadores.

Meu pai, o tio, Nicolas e eu no sofá, o jogo rolando, gol do Boca =X alguns palavrões de leve… em volume baixo, é claro. Nicolas começou a se mexer no carrinho, peguei ele no colo, a avó(bambi) pediu para segura-lo, estavamos todos aflitos com o jogo.

GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL do Corinthians… um olhou para cara do outro, e fizemos como se estivessemos gritando, porém sem som, para não acordar/assustar o Nico. Pareciamos o quadro de Edvard Munch, O Grito …rs… Abraços, pulinhos, mas nada de gritar em voz alta, apenas gritos mudos… rs

Na real, acho que o Nicolas nem se assustaria, porque foi rojão e bomba até as 2h e enquanto os nossos gatos quase grudavam no teto, Nicolas nem se mexia no berço, já nasceu Corinthiano!

*__*

 

Leia Mais

Queridos, cheguei!

Saímos do Hospital Salvalus (dedicarei um post apenas para falar das boas e péssimas experiências vividas nessa maternidade) sexta-feira às 23:15h +/- Nunca havia dirigido um carro com um bebê na cadeirinha, ainda mais o meu bebê! Então fui a 60 km/h. Ou seja, após passar em 3 farmácias(próx. uma das outras) para pesquisar preço e comprar os medicamentos da Naty e do Bebê, cheguamos em casa por volta da 1h.

Nico mamou dentro do carro, domiu e resmungou, mas só com o carro parado, pelo visto já é um José Gasolina, curtiu a viagem para casa. Chegando próximo ao meu bairro, fui apresentando os “pontos turísticos” para ele, das favelas próximas até as padarias…rs… Naty foi segurando a barriguinha para não estourar os pontos de tanto rir…rs Pérola dos tipo “Filho, aqui é a favela do Pó, spot(local) 18+” ahuuhahuaUHaUHuhAhua

Chegamos em casa e organizamos as coisas que não lembramos de organizar antes, a primeira noite (como as seguintes) foram tranquilas,  ele acorda apenas 1x por noite para mamar e trocar fralda. Quando acorda e não tem porque chorar, fica no berço “de boa na lagoa” … curioso e preguiçoso… sempre atento a coisas novas e em prontidão à uma soneca esperta! rs

O dia mais difiícil, foi quando ele recebeu visita, quando a galera foi embora ele demorou quase 4h para dormir… foi tenso! Acho que ele estranhou a bagunça, o barulho, e as mudanças de horário de mamar e tal. Quem mandou ser querido por tantas pessoas?! hahaha

Só para constar, as avós e os avôs estão ajudando MUITOOOOOO… sem palavras para agradecer!

Curta o blog para receber mais posts. Abss

Leia Mais

Nicolas e o queixo furado

Ai está a primeira foto do meu amado filho Nicolas. Contribui com 50% do material genético e só puxou meu queixo furado… tsc tsc tsc

Nariz da mãe! Boca da mãe! Buchecha do Nhonho (acho que é pq eu gosto muito de Chaves)… só me resta o queixo e também torço pelo olho verde! rs

Nico1

Clique na foto para vê-la no tamanho normal.

Agradeço o carinho de todos!

Bjss

 

Leia Mais

Nicolas Nasceu!

Sim queridos, nasceu! Após 39 semanas e 5 dias… Nicolas veio ao mundo(Afff que noob…rs)

Com fartos, 4.520 kgs e seus 53 cm chegou aos gritos ne berçário acordando geral os pequenos que já estavam lá.

Senta, que lá vem história! rs

“Cadê o pai?” gritou a médica de plantão. Eu (já meio lesado) levantei a mão, ela gritou novamente, “CADÊ O PAI” dai lembrei que tinha que responder coma voz, pois a bendita estava na outra sala, gritei “Tô aqui!“. Entrei na sala e já tava tudo pronto, mais alguns minutos de espera, algumas interjeições de outros médicos que estavam ali vendo o parto… Coisas do tipo “Vish…” “Nossa!” … agradeci aos céus por eles estarem só assistindo, porque sem dúvida também era o primeiro parto deles…rs…

Nicolas nasceu “causando” na S.O. Gritando feito um corinthianos em semi-final de Libertadores (espero que ele seja pé quente =P)!

Um dos médicos noobs pediu para tirar foto do bebê, porque nunca havia visto um bebê tão grande. Autorizei com um sorriso de besta na cara.

Não me pergunte o que eu senti na hora H, é algo único, um misto de muita coisa, sensações, emoções e projeções.

Saúde é o que interessa… o resto não tem pressa… Issssááááá… Nicolas esta cheio disso ai! rs

O momento mais marcante(parece até o que vi da vida, do fantástico né…rs) Quando a Naty e o bebê ficaram frente a frente, ele parou de chorar, os dois rostos se encostaram, foi lindo. O bebê ficou quieto e Naty e eu chorando feito single ladies…rs

Bom, agora assunto não faltará para continuar a escrever, por hoje termino aqui, agradecendo aos que me ligaram, mandaram sms, sinal de fumaça, agradeço à todos que torceram para que desse tudo certo. Agradeço a Naty por me proporcionar esse momento inesquecível na minha vida. Aos avôs e avós que ficaram de plantão lá comigo, me apoiando e me tranquilizando. Agradeço a Deus.

 

PS. O comum é cada bebê mamar 1 mamadeira por vez, o Nicola já mandou logo duas…rs “Põem na conta do Papa!”

PS2. A Enfermeira perguntou se a Naty sofria de Diabetes Gestacional, por causa do tamanho do bebê, dissemos que não, ela retrucou “Então parabéns, vocês fizeram um tourinho!”

PS3. Quase 05:20am e eu aqui blogando!

 

=)

Leia Mais