Reforma com bebê, nada a ver!

UM TERROR!

 

Reformar a casa com bebê morando é TENSO! Poeira que não acaba mais, cheiro de tinta, areia, cimento e cal por toda a casa, dormir em cômodos “novos”(cozinha, sala de jantar e etc.)  e em colchão de solteiro, meus gatos estão parecendo estátuas de tanto pó e tinta kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Enfim foram quase 3 semanas de tensão, porém, recompensadora. A casa esta ficando mais o nosso estilo, cores, pôsteres, action figures e etc.

Depois dessa experiência(que ainda não terminou), achei legal dividir algumas coisas que aprendi nessa aventura paterna, dicas e opiniões minhas, pode discordar de buenas! Ai vai as dicas para os pais que não tem grana para ficar num Hotel 4 estrelas por 15 dias+++  kkkkkkkkkkk

 

– INALAÇÃO com soro fisiológico, pelo menos 3x ao dia para o bebê e todos os outros moradores da casa.

– Paciência com os pedreiros, pintores e ajudantes que estão ali trabalhando e não tem culpa que você esta ali VIVENDO.

– Desapego com a limpeza (não me entendam mal, banho é bom e todos devem tomar todo dia kkkkkkkkkk) poeira de makita(máquina que corta piso, azulejo, madeira e etc… depende da serra)  é quase impossível de não invadir sua casa inteira, então não adianta fazer nada, o que pode ser feito é a colocação de cobertores nos batentes das portas, para AMENIZAR a poeira e o barulho da makita e das marretadas, pois reforma que é reforma tem que ter MARRETA… rs

– Estratégia: Fale com seu pedreiro para começar e finalizar cômodo por cômodo, de preferência ao quarto onde dorme o bebê, para evitar sair muito da rotina, deixe as áreas de menor necessidade por último, por exemplo, entre a cozinha e o quartinho dos fundos, peça que a cozinha seja terminada primeiro.

– Acostume seu bebê com os “novos” barulhos, na primeira vez que o pedreiro começar a barulheira, brinque com seu bebê, faça-o rir, mostre a obra para ele, pois num próximo barulho ele “saberá” que é algo normal e não ficará tão assustado.

– Não mude a alimentação, continue dando a papinha e o leite nos horário como de costume, evitando que o bebê fique estressado. Caso ele goste de algum desenho, já o deixe baixado no note/tablet/celular para casos de urgência… kkkkkkkkkkkkk Uma galinha pintadinha não faz mal a ninguém.

 

Caso eu lembre mais alguma coisa, que na minha opinião seja útil de compartilhar eu posto nos comentários deste post.

E você, já passou por algo parecido, conta ai! Se tiver alguma outra dica, compartilhe nos comentários. =D

 

Abs

2 comentários em “Reforma com bebê, nada a ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *