Foda-se “O Dia das Mães”

Calma, calma… antes de deletar meu blog dos favoritos, me xingar no twitter ou descurtir minha fan page, deixe-me esclarecer o título do post.

ODEIO datas comemorativas comerciais! Dia das mães/pais/crianças/namorados/etc… Dar um bom presente para sua mãe não significa que você ama a sua progenitora, pois na maioria das vezes você compra qualquer coisa que deu tempo ou que a grana permitiu. Sua mãe não quer apenas presente, ela quer você PRESENTE! Ligar para mãe, pai e etc, uma vez por ano não significa que você é grato por ter nascido, ou agradeça por sua educação e afeto recebido quando bebê e criança, ligar uma vez ao ano, coincidentemente na data comercial e comemorativa do dia X significa que você é egoísta. E presente nenhum no mundo irá mudar isso. Pague afeto com afeto.

Eu tenho a sorte de ter minha mãe viva e presente em minha vida. A mesma sorte que meu filho tem com a mãe dele, no caso, Naty, minha esposa. Mas para você que já perdeu sua mãe, nessa data lembre-se dela e dos bons momentos que passaram juntos. Lembrando que mãe não é apenas a que dá a luz, sua mãe pode ter sido sua avó, sua tia, uma desconhecida que por algum motivo achou que sua vida precisava de um brilho diferente e te adotou. Mãe, pai, criança, namorada e etc… devem ser lembrados diariamente. Óbvio que não temos tempo hábil para ligar e bater papo com a mãe, pai, os índios (pois também temos dia do índio… =P) mas pelo menos uma vez na semana é impossível não ter alguns minutos para dedicar à alguém que te dedicou a vida.

 

Sendo assim, foda-se o dia das mães e todas as outras datas comerciais. Dê presentes que te lembrem e seja especial para a pessoa presenteada, seja seu pai, mãe e etc… Não dê apenas por obrigação ou pior, por desencargo de consciência.  Lembre-se, afeto gera afeto.

Um excelente domingo para todos, e talvez hoje pode ser um bom dia para fazer uma ligação para alguém especial, seja mãe, pai, namorado(a), afilhado, filho(a)…

Bjss

Leia Mais