A vida se vai, o amor permanece!

Hoje fui linkado por um amigo no vídeo abaixo. Trata-se de um homem, com idade aproximada a minha, com uma linda filha de sete meses. O vídeo é “simplesmente” uma despedida. Nick (o pai) esta com câncer terminal. Vejo o vídeo, seque as lágrimas e continue lendo o post.

Chega a ser trágico, como nos apegamos as coisas pequenas, problemas pequenos, intrigas minúsculas. Somos egoístas por natureza? Ou somos contaminados pela sociedade e cultura em que vivemos? São perguntas que eu não sei responder, pois não é a minha área de estudo, mas são perguntas que gostaria de ter a resposta.

Esse vídeo me fez pensar o que realmente vale a pena na vida… viver!

Parece um clichê e pode até ser, mas muitas vezes, perdemos um tempo precioso brigando com familiares, pais, mães e filhos(as), esse tempo NUNCA mais vamos recuperar, pois o tempo é implacável e impiedoso. Você acha que estou sendo dramático demais? Fala isso para o homem do vídeo acima, que não verá nem o aniversário de 1 ano da sua única filha, não verá sua apresentação na escola, não participará de nenhuma reunião de pais e mestres, muito menos fará cara de mal quando o primeiro namorado da sua filha, bater na porta da sua casa. Vamos aproveitar o tempo que temos com quem amamos. Pois quando partimos dessa para uma melhor(ou não) só o amor permanece.

Despedida
No vídeo a esposa pergunta se ele pudesse resumir o que sente em apenas uma palavra, qual seria? Ele vai e me responde ABENÇOADO!
putaquepariu! Suor escorre dos olhos… rs 

Leia Mais

Foda-se “O Dia das Mães”

Calma, calma… antes de deletar meu blog dos favoritos, me xingar no twitter ou descurtir minha fan page, deixe-me esclarecer o título do post.

ODEIO datas comemorativas comerciais! Dia das mães/pais/crianças/namorados/etc… Dar um bom presente para sua mãe não significa que você ama a sua progenitora, pois na maioria das vezes você compra qualquer coisa que deu tempo ou que a grana permitiu. Sua mãe não quer apenas presente, ela quer você PRESENTE! Ligar para mãe, pai e etc, uma vez por ano não significa que você é grato por ter nascido, ou agradeça por sua educação e afeto recebido quando bebê e criança, ligar uma vez ao ano, coincidentemente na data comercial e comemorativa do dia X significa que você é egoísta. E presente nenhum no mundo irá mudar isso. Pague afeto com afeto.

Eu tenho a sorte de ter minha mãe viva e presente em minha vida. A mesma sorte que meu filho tem com a mãe dele, no caso, Naty, minha esposa. Mas para você que já perdeu sua mãe, nessa data lembre-se dela e dos bons momentos que passaram juntos. Lembrando que mãe não é apenas a que dá a luz, sua mãe pode ter sido sua avó, sua tia, uma desconhecida que por algum motivo achou que sua vida precisava de um brilho diferente e te adotou. Mãe, pai, criança, namorada e etc… devem ser lembrados diariamente. Óbvio que não temos tempo hábil para ligar e bater papo com a mãe, pai, os índios (pois também temos dia do índio… =P) mas pelo menos uma vez na semana é impossível não ter alguns minutos para dedicar à alguém que te dedicou a vida.

 

Sendo assim, foda-se o dia das mães e todas as outras datas comerciais. Dê presentes que te lembrem e seja especial para a pessoa presenteada, seja seu pai, mãe e etc… Não dê apenas por obrigação ou pior, por desencargo de consciência.  Lembre-se, afeto gera afeto.

Um excelente domingo para todos, e talvez hoje pode ser um bom dia para fazer uma ligação para alguém especial, seja mãe, pai, namorado(a), afilhado, filho(a)…

Bjss

Leia Mais

Trabalho mais difícil do mundo

O que você faz para viver? Trabalha em quê? Alguns trabalham muito e ganham pouco. Outros, trabalham pouco e ganham mais do que o suficiente para viver uma excelente vida. Mas você é valorizado por tudo que você faz? A cada ação tomada e projeto realizado você recebe um tapinha nas costas, um reconhecimento ou algum sinal de gratidão?

Se você pensar direito, reconhecimento não é algo muito comum em várias empresas. Você é pago para fazer e se “não estiver feliz, contrataremos outro que ficará”. Mas e quem não ganha nada trabalhando, como fica?! Hãm! Se perdeu?! Não, não estou falando de escravidão não, isso é doentio, estou falando de pessoas que trabalham e não recebem dinheiro como retorno… Se não entendeu nada, assista o vídeo abaixo e reflita!

 

Alguns pais e mães ficam bolado com esse negócio de trabalhar ou não quando o bebê ainda é pequeno. Se dedicar a carreira ou família e etc… Eu conheço pessoas que optaram pelas duas opções e nenhuma delas se arrependeu de suas escolhas. Creio que o ideia é o que optar por fazer, fazer bem feito. E se você optou por ficar em casa, trabalhando em prol da sua família, não se envergonhe ou se sinta discriminada. Ou você que trabalha horas e horas para dar uma vida melhor para seu filho(a), quase não o vê, mas o ama, não se sinta culpado ou menos obrigado a ajudar na estruturação familiar. Não julgo ninguém, o ideal e o que eu busco é um meio termo, uma medida de tempero, para prover para minha família e ao mesmo tempo ser parte dessa família.

Não aponte o dedo para as opções dos outros, olhe primeiro para a sua própria escolha. Se funcionou com você, não significa que funcionará com outros. Famílias tem dinâmicas diferentes e membros diferentes. Seja sensato!

Fica aqui minha homenagem à todas as “Diretores(as) de Operações” espalhados pelo mundo.

s2

Leia Mais

Reabrimos a porteira dos bebês!

Tenho uma afilhada de sete anos, linda, comunicativa e adora rosa, ela foi a primeira bebê do grupo de amigos, a porteira foi aberta, mas anos se passaram e ninguém mais teve bebê, fechou-se a porteira. Após quase 6 anos, Naty e eu tivemos o Nico e em seguida um… dois… TRÊS casais amigos ficaram grávidos com diferença de poucos meses, a porteira foi arrancada por um caminhão russo em alta velocidade kkkkkkkkkkkk.

Como ainda não pensamos em ter outro bebê, estava com medo do Nico não ter muitos amiguinhos em sua infância e eu não moro num bairro muito bom para deixar o moleque brincando na rua, mas o medo passou, pois “primos” é que não faltarão! Daqui alguns anos nossos encontros, que já são animados porque falamos muita merda, jogamos poker, discutimos sobre OVNIS, conspirações, política moderna, memes e afins, estará lotado de crianças correndo, gritando, brincando e brigando, interagindo umas com as outras… Uma nova geração de amigos, fruto da continuidade das nossas amizades. Pode ser pouco para muitos, mas para mim é algo muito lindo. Atualmente manter uma amizade é muito difícil, eu digo uma amizade de verdade mesmo, não coleguismo de internet, mas AMIZADE.

Engraçado as mães e pais amigos, curiosos, temerosos, assim como Naty e eu éramos (e ainda somos… rs), nos perguntam coisas que vão além do nosso raso conhecimento sobre o assunto, mas mesmo assim tentamos ajudar, hoje é tudo mais fácil pois temos o google como aliado, se bem usado é lógico, além de livros, blogs especializados, avós supersticiosas. É gratificante ver seus amigos homens, alguns bem aloprados, crescendo como pessoa. A mulher se torna mãe na gestação há de fato um crescimento interno e externo hahaha, mas para o pai é muito diferente, mas não deixa de ser uma “gestação” também. Em minha opinião, um pai nasce junto com o bebê e cresce junto, antes disso somos apenas homens cumprindo papel de marido, mas a paternidade acontece mesmo quando vemos o bebê ali na nossa frente chorando, com fome, com cólica, pediatra, paciência, noites mal dormidas e etc… E quando digo pai, não me refiro a quem gerou o bebê, mas sim a quem faz o papel paterno um avô, um tio, um padrasto e etc. Óbvio que cada caso é um caso, sei que existem pais que trabalham muito, tem pouco tempo e etc… eu preferi abrir mão de algumas coisas, para ser um pai presente, quero fazer parte da educação do Nico, não concordo com esse papo que quem educa é a mãe… mas foi o que eu disse, essa é a minha opinião. Adoro poder dar banho nele, servir o jantar, brincar, ver Cocoricó junto dele e etc, isso não me faz menos homem, pelo contrário me faz mais pai. Para mim essas coisas não tem preço, daqui um tempo volto para minha área e pau no gato, mais esses primeiros anos são tão importantes para o desenvolvimento da criança que não acho justo comigo e nem com ele eu não participar. 

Já ouvi alguns “eu não me vejo como pai de ninguém” e digo que essa insegurança é normal, faz parte da conscientização da paternidade. Ontem mesmo falei com um casal sobre as preocupações que os esperam… Quarto do rebento, decoração, plano de saúde, mobília, carrinho, chá de bebê, vacinas pagas e etc, depois que voltaram do coma (brincadeira) expliquei que muita coisa deve ser feita, porém cada minuto investido, cada centavo gasto, cada vez que abrimos mão de algo pelo nosso filho vale a pena!

Deixo aqui meu apoio à estes casais que tanto amo, que seus bebês venham com saúde e junto com eles uma imensa quantidade de felicidade e alegria para cada uma dessas famílias. E deus nos dê paciência, porque daqui uns 3~4 anos nossos encontros serão pura gritaria kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

=P

Leia Mais

Primeiro Aniversário do Nicolas – Um ano especial

Queridos(as), há um ano eu escrevi o post abaixo, informando aos leitores, amigos e familiares, que Nicolas havia nascido, vou reler o post com algumas observações. Espero que vocês me acompanhem!!!

20/06/2012

Sim queridos, nasceu! Após 39 semanas e 5 dias… Nicolas veio ao mundo(Afff que noob…rs)

Com fartos, 4.520 kgs e seus 53 cm chegou aos gritos no berçário acordando os pequenos que já estavam lá.

Ele continua noob, com bônus em choro, manha, baba e fazer xixi na hora que estamos trocando a fralda. Atualmente com 9 kgs e mais de 75cm. Engatinhando profissionalmente e já tentando uns passinhos. Quando pequenino, colocava MPB para ele ouvir, na hora de dormir, cantava para ele, hoje em dia ele prefere música mais agitadas e quase me ajuda a cantar…

Senta, que lá vem história! rs

“Cadê o pai?” gritou a médica de plantão. Eu (já meio lesado) levantei a mão, ela gritou novamente, “CADÊ O PAI” dai lembrei que tinha que responder coma voz, pois a bendita estava na outra sala, gritei “Tô aqui!“. Entrei na sala e já tava tudo pronto, mais alguns minutos de espera, algumas interjeições de outros médicos que estavam ali vendo o parto… Coisas do tipo “Vish…” “Nossa!” … agradeci aos céus por eles estarem só assistindo, porque sem dúvida também era o primeiro parto deles…rs…

Cadê o pai? O pai esta aqui! Trocando fralda, levando no pediatra, para o matadouro ( vacina… rs ), começando a educa-lo ( ele tá com mania de querer morder quando fica bravo… posso com isso??? rs ). Nesse instante estou com ele aqui do meu lado, dando palpites no meu texto, ao som de galinha pintadinha volume 3… sim quase 2am e ele ligadão… normal ( para ele e não para nós…rs ).

Nicolas nasceu “causando” na S.O. Gritando feito um corinthianos em semi-final de Libertadores (espero que ele seja pé quente =P)!

Sim, ele é pé quente, Timão campeão da Libertadores, do Mundial de Clubes e do Paulistão… esse se não for corinthiano, só pode ser mentira! Além de ser pé quente no futebol, comemora seu 1º aniversário junto com a democracia, o povo, as manifestações e no mesmo dia em que o povo venceu o braço de ferro contra as prefeituras que aumentaram as passagens de transporte público. Uma luz no fim do túnel, nossa geração lutando pelo bem estar da geração do Nicolas e de todos que com ele vão colher os frutos que nos estamos plantando. Um exemplo que nossos filhos, sobrinhos e netos devem seguir, sair às ruas, pacificamente, mas, seguros de que estamos lutando por algo que nos é de direito. Entre as frases desses manifestos a que mais falou comigo foi a seguinte: “Enfim o Brasil muda de status: de “Deitado eternamente em berço esplêndido”, para: “Verás que um filho teu não foge à luta”.”

Um dos médicos noobs pediu para tirar foto do bebê, porque nunca havia visto um bebê tão grande. Autorizei com um sorriso de besta na cara.

Não me pergunte o que eu senti na hora H, é algo único, um misto de muita coisa, sensações, emoções e projeções.

Continua sendo difícil descrever a paternidade, é uma salada mista de sentimentos, emoções, eventos, experiências e muito amor. Nicolas parece que desde a primeira foto, continua fotogênico ( sim, sou pai dele e posso puxar o saco o quanto eu quiser kkkkk ) Para quem quiser se apaixonar ( visssh peguei pesado agora kkk ) acessa ai @bbonfimm ( no instagram ou se preferir… http://www.iphoneogram.com/u/192327966 ).

Saúde é o que interessa… o resto não tem pressa… Issssááááá… Nicolas esta cheio disso ai! rs

Apenas alguns resfriados e mais nada de doenças, vacinas em dia… tudo na paz!!! Por falar nisso, amanhã ele tomará as vacinas de 1 ano kkkkkkkk tá ferrado! rs

O momento mais marcante(parece até o que vi da vida, do fantástico né…rs) Quando a Naty e o bebê ficaram frente a frente, ele parou de chorar, os dois rostos se encostaram, foi lindo. O bebê ficou quieto e Naty e eu chorando feito single ladies…rs Bom, agora assunto não faltará para continuar a escrever, por hoje termino aqui, agradecendo aos que me ligaram, mandaram sms, sinal de fumaça, agradeço à todos que torceram para que desse tudo certo. Agradeço a Naty por me proporcionar esse momento inesquecível na minha vida. Aos avôs e avós que ficaram de plantão lá comigo, me apoiando e me tranquilizando. Agradeço a Deus.

Os avôs e avós continuam mimando, presenteando e fazendo de tudo pelo Nico, meu grato e eterno agradecimento, sei que palavras nunca pagarão tudo o que vocês fizeram e fazem por nós. <3

Padrinho e Madrinha, sem palavras…

Tios, tias e amigos sempre que possível também estão juntos conosco, participando do desenvolvimento do Nicolas.

PS. O comum é cada bebê mamar 1 mamadeira por vez, o Nicola já mandou logo duas…rs “Põem na conta do Papa!”

Sim, ele continua comendo MUITO e de tudo. Fruta, macarrão, arroz, carne, pão, leite materno e etc… o menino é um saco sem fundo kkkkkkkkkkk

PS2. A Enfermeira perguntou se a Naty sofria de Diabetes Gestacional, por causa do tamanho do bebê, dissemos que não, ela retrucou “Então parabéns, vocês fizeram um tourinho!”

Ele cresceu muito, é bem alto, mas não é gordo… só tem uma pancinha, tipo aquelas de chopps… Mais ou menos isso!!! rs

PS3. Quase 05:20am e eu aqui blogando!

Quase 4h e eu aqui outra vez!!! rs

Obrigado Nicolas por fazer deste ano, um ano especial, inesquecível e realizador. Obrigado meu filho, pela oportunidade de ser seu pai. Te amo mais do que a mim mesmo. Te amo.

=D

Leia Mais

Batismo, padrinhos e lobisomem

Sei que faz meses que Nico foi batizado, e sim, demorei mesmo para fazer o post sobre o batismo, queria apenas ter certeza que ele não viraria lobisomem(minha sogra vai me arrebentar…rs…)  kkkkkkkkkkkkkk Brincadeiras à parte, foi um dia especial e cercado de amigos. Cada um tem uma religião em que acredita, ou não…rs… Não estou aqui levantando bandeira alguma, estou apenas registrando que foi um bonito momento que tivemos em família e entre amigos.

Mas essa aventura paterna, começou 15 dias antes, no cursinho de batismo que durou quase uma eternidade de quase 6h e que poderia ser resumido em 30 min. Enfim, a burocracia esta ai para ser usada… bora usar!

Pai, mãe, padrinho e madrinha, acordamos domingão cedo e fomos encarar o cursinho, demos muita risada com os palestrantes e outros participantes ali presentes, foi um dia divertido no geral, relembramos alguns ensinamentos que já havíamos visto na catequese, mas nada de novo. Tudo se resume numa boa educação, com respeito, amor, fé, dignidade e acima de tudo amor ao próximo. Conhecemos o (jovem) padre que realizaria o batizado(mas que depois descobri que ele realizaria apenas a missa pré-batismo, e que o batizado seria realizado por um diácono bem mais experiente, se é que você me entende…rs).

Religião a parte, aconteceram algumas coisas muito engraçadas no batismo, Nico dormiu, para variar, ele só não dorme em casa e na hora que deve dormir, de resto ele capota. O padrinho do Nico apagou a vela de batismo umas 3x, que deveria “iluminar” os caminhos do Nico, por fim, acabamos “serrando” a chama da vela de outra bebê lindinha, que também estava sendo batizada, caso o Nico volte a encontrá-la e acabe se apaixonando, foi culpa do seu padrinho que entrelaçou o caminho dos dois bebês… kkkkkkkkkkkk bem coisa de novela das 9h né…rs… “Chamas da Paixão” kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Muitos amigos que “detestam” igreja compareceram, mostrando-se superiores a qualquer preconceito, amigos inesperados apareceram, e fizeram esse dia mais especial. Para mim essa é a base de qualquer coisa, seja relacionamento em família, amoroso e etc. A amizade verdadeira. Existem poucas… Mas quando temos a sorte de encontrá-las, devemos aproveitar até o último momento.

Após o batismo, levamos o Nico para pecar pela primeira vez, comeu batata frita e bacon… kkkkkkkkkkkkkkk

Fica meu agradecimento a todos que compareceram, cada um foi e é um tijolo, desse pequeno muro que estou ajudando a construir, cada um tem seu valor e importância em nossas vidas. Obrigado à todos, mas especialmente ao casal de padrinhos que Naty e eu escolhemos, pessoas mais do que especiais, dignos deste “cargo” e a cada dia que passa nos surpreendem com tanto amor e carinho que dão para o nosso filho, Nicolas. Torço para que no futuro Nico seja grato por nossa escolha, porque nós já somos grato.

Obrigado aos padrinhos e avôs e avós, familiares e amigos.

Vocês são a base de tudo.

E #fikadika, para você que ainda não escolheu quem será o padrinho  ou madrinha do seu bebê, pense, repense, e pense novamente, não seja precipitado. Não escolha por impulso, por presentes, por status, pois nada disso substitui a presença, o amor, o carinho que essa criança necessitará em todo seu crescimento.

E para você que é padrinho ou madrinha, não seja ausente, se faça presente, lembre nas datas comemorativas, mas não apenas nessas datas, lembre-se que você tem responsabilidades com essa criança, com sua educação, com seu crescimento. Não seja zuado(peguei leve…rs…)  como alguns que vejo por ai…rs…

Se alguém quiser comentar algo sobre o post, não fique com vergonha não, posta ai nos comentários.

 

Bjs e abraços!

Leia Mais

Mulheres, mães e avós…

Meus sinceros parabéns às mulheres… mas, não à todas. Apenas as que merecem e são dignas de carregar esse gênero tão forte, batalhador e difícil de carregar. Por vezes tão desvalorizadas, usadas e históricamente maltratadas, agora é a sua vez mulher, de vencer, colher os bons frutos plantados por gerações passadas e semea-los novamente… ser feliz.

Um parabéns especial para as mulheres que já são mães, pq durmo do lado de uma, e sei como é árduo, porém, recompensador esse papel tão lindo que apenas a mulher desempenha. Nós homens, temos que comer muito feijão para alcança-las! =D

Um excelente dia e mais uma vez, meus parabéns.

Leia Mais

Medo de perder

Perder é um verbo transitivo, ou seja, necessita de um complemento. Quem perde, perde algo, perde alguém. Ontem a noite, dia 20/02, meu filho Nico comemorava seu 8º “mêsversário”, estávamos na casa de sua avó materna, assistindo o jogo do Corinthians, ao final do primeiro tempo veio a notícia terrível que um torcedor de 14 anos havia morrido, ou melhor, o garoto foi assassinado. Querendo ou sem querer, isso já é outra história, que não me compete entrar no mérito. Independente da bandeira do time, do nome do campeonato, do esporte praticado naquele local, o que perdemos foi uma vida, perdemos a chance de dar exemplo, afinal de contas, o esporte não serve para isso? Falhou a sublimação? Válvula de escape para a marginalidade? O exemplo a ser seguido. Óbvio que os profissionais que estavam em campo, comissão técnica e etc, não foram os responsáveis diretos pela morte do garoto, mas indiretamente não somos todos nós responsáveis?

Este post não significa nada(mas para mim já é muita coisa) além da minha opinião como cidadão, torcedor e pai. Dia após dia vemos morte no esporte, seja dentro das quatro linhas, seja na torcida, que significado isso tem em nosso dia-a-dia? Domingo tem clássico Santos e Corinthians, ninguém mais se lembrará do Boliviano menor de idade morto ontem, mas deviamos saber que esse boliviano, tinha um nome, assim como nossos filhos tem, possuia uma mãe, assim como nós, teve sua vida roubada num local onde deveria apenas existir emoção, alegria, momentos memoráveis, milésimos gols e etc. Ninguém mais lembrará do Kevin Douglas Beltrán Espada, apenas seus familiares e amigos…

Hoje percebi um alvoroço no facebook sobre o que deveria acontecer com o Corinthians, deveria ou não ser banido, multado e o diabo a quatro, mas espera um minuto… FODA-SE a punição para o time X Y ou Z, o que deveria ser perguntado é o que devemos fazer para que isso nunca mais aconteça dentro e fora dos estádios, essa seria uma atitude correta, e não agir feito humanóides irracionais  querendo ver o pior ou o melhor para seu time ou rival. A vida já não é mais uma prioridade social, um novo sintoma social, que nos deprecia mais e mais.

Onde esta a humanidade dentro do ser humano? Será que quanto mais “evoluímos”, perdemos a humanidade? A cada dia somos menos humanos ou mais humanos no pior sentido perverso da palavra? Onde esta o amor ao próximo? Deixo essas perguntas sem respostas, pois são perguntas que nem deveriam ser feitas.

É nesse mundo que terei a árdua missão de criar meu filho, um ser humano, com atitudes humanas, assim espero. Que Deus me ajude e conforte essa família.

Tenho medo de perder.

 

Fica aqui meu grito de decepção e a esperança que a próxima geração,  seja menos humana e ao mesmo tempo mais humana, no melhor sentido da palavra.

 

*LUTO*

Leia Mais

Pessoas e marcas para as mamães seguirem no Instagram

Leitores(as),

Obrigado pelo reconhecimento de vocês. O Aventura Paterna, esta cada dia mais conhecido no mundo materno/paterno. Através de uma matéria, da jornalista Manuela Macagnan, para o site bebe.abril.com.br, fomos indicados como um dos 34 instagrams a serem seguidos no meio materno.  Nico esta agorinha na home do Bebê Abril, com uma fotinho linda, já postada aqui no blog. Não sei nem como agradecer os e-mails e recados deixados no blog, Nico é quem me inspira, mas são vocês, leitores, quem me fazem continuar atualizando o blog.

A matéria “Pessoas e marcas para as mamães seguirem no Instagram” esta dentro da categoria Família, no site. Além do nosso blog, também pode ser encontrado muita gente legal: 1001 roteirinhos, mamatraca, entre outros. Vale a pena a visita!

Novamente fica meu agradecimento e em breve postarei a semana do Nico na praia. Fique ligado no blog.

Bjss

Leia Mais