Leia para o seu bebê

Nico adora livro, seja para “ler”, apreciar os desenhos, coçar a gengiva, ou comê-los. O mais importante é a sua interação desde pequeno com os livros. Lembro do episódio do Chaves que o Sr. Madruga fala “Chaves, se quiser chegar a ser alguém, que devore os livros!” em seguida, Chaves rasga uma página do livro e começa mastigá-la. Nico tem livro para banheira, livro de histórias, uma coleção de livros + DVD, livros de palavras e cores, além das revistas e papéis que ele consegue pegar em cima da mesa ou das estantes.

Saímos com os padrinhos do Nico para tomar um milkshake, passamos em frente uma loja de brinquedos e a madrinha disse que compraria o que ele quisesse na loja… “Release the Kraken”, ou seja, soltamos o Nico na loja, frenético, acho que ele amou tanto a liberdade de poder andar numa loja de brinquedos, que ele queria tudo e ao mesmo tempo nada, pois sua atenção não ficava mais de dez segundos em uma única coisa. Para a sorte da madrinha rsrs, decidimos dar um livro para ele, já que nem se juntasse o limite de todos os nossos cartões, não daria para comprar tudo que o Nico havia gostado na loja. Que por sinal fez um escândalo digno de Oscar para sair da loja. Se ele e o Leonardo DiCaprio estivessem na disputa, acho que o Léo continuaria na fila. rsrs.

Fomos para uma livraria alguns andares abaixo, havia algumas crianças (6~8 anos) escolhendo livros, Nico ficou mais interessado nas crianças brincando com os livros 3D do que com os livros de sua idade. A Madrinha dele adora quebra-cabeças e achou um bendito livro que era uma mistura. Nico amou o livro. Um porquinho estampava a capa do livro, que falava sobre animais da fazenda e os animais eram grandes peças de um quebra-cabeça. Ela também comprou um livro de palavras e imagens associativo, por exemplo, em páginas seguidas estavam as palavras e desenhos de uma escova de dente e do creme dental, o sol e a lua e assim por diante. 

Não deu tempo de chegarmos em casa e Nico já tinha mordido todo o porco da capa do livro, o menino já ama bacon, meu garoto!!! kkkkkkkkk

Para completar essa história, tenho que contextualizar que na porta de entrada da casa da minha mãe, tem esse enfeite:

 enfeite

E desde sempre, mostramos o sol para ele, sol, sol, sol… sol.

Quando o menino abriu o livro das palavras e viu na última página o sol, pronto, batizou o livro de “sol”. Quando queremos brincar com ele e o livro, já pedimos para ele ir pegar o livro do sol, ou apenas SOL (para os íntimos) e ele vai todo bonitinho pegar o livro. Já o outro livro, não poderia ser outro nome senão Porco, ou como ele diz, Pôco!

Fica a minha experiência e minha sugestão, está na dúvida do que comprar para seu filho, neto, afilhado, sobrinho e etc?! Compre um livro!

E os seus pequenos, também gostam de “ler”? Comenta aí!

 

Bjss

Leia Mais

O TCC terminou, o blog não!

Galera,

 

É com alegria que informo que mais um “filho” meu nasceu! Não estou falando do irmão do Nico não, esse ainda é apenas um plano futuro. Falo sobre meu trabalho de conclusão da pós graduação. Agora terei mais tempo para me dedicar ao blog.

Conto com a colaboração de todos vocês, com críticas construtivas, sugestões e curtidas e compartilhadas.

Estou voltando a pensar em um podcast, ou videolog… em breve mais notícias., reviews e posts.

 

Por hora é isso. Feliz por estar  de volta.

 

 

=D

 

Abraços

Leia Mais

Não! Tchau! Acabou…

Não! Tchau! Acabou…

Essas são as três palavras que o Nico não gosta de ouvir. E quem gosta? rs

Quando ele tenta pegar o óculos do meu rosto, falo com veemência “NÃO!” e ao menor sinal de desgosto, ele já faz aquele bicão, seguido pelo choro ou choramingo, depende do humor do bendito Nico.

É engraçado pensar que na verdade, ninguém gosta de ouvir um sonoro “NÃO!”. Deixando de lado um pouco de orgulho e bom samaritanismo, sabemos que lá no fundo o “não” nos corta, nos fere narcisicamente, machuca nosso EU. “Quem é você para me dizer NÃO!?” Já ouviram essa frase? Trocando em miúdos, quando você demanda alguma coisa e alguém te fala “Não!” você se sente castrado, diminuído e percebe que o mundo não é apenas o seu EU, existem vários outros EUs por ai, tão narcísicos quanto você.

Sendo assim, podemos concluir que o “NÃO!” não deve ser dito para seu filho(a), correto? NÃO! Pelo contrário, o “NÃO” assim como o “SIM”, devem ser utilizados de maneira consciente, ensinando ao seu bebê como se portar socialmente, impondo limites, pois seu filho(a) assim como você é um “bicho social” e é a cultura que nos diferencia dos outros bichos.É mais fácil ele aprender a lidar com o “NÃO!” desde cedo, em casa e com afeto, do que aprender do jeito HARD na vida a fora. Já fiz um post aqui no blog, sobre A TURMA DO EU ME ACHO, que tem um pouco haver com este assunto, se quiser ler é só clicar aqui. Se você não tiver medo de refletir, verá que até para nós, adultos, é difícil ouvir um “não” na grande maioria das vezes, podemos colocar vários obstáculos na frente para não enxergar, mas a cada “Não!” que ouvimos e falamos nós crescemos. Qualquer dia faço um post mais elaborado sobre o “NÃO, e a dificuldade de ouvi-lo e dizê-lo”.

Tchau! O que é o tchau, adeus, até logo… despedida. Um indício de perda. O rastro de algo que partiu. E quem gosta de perder? Seja alguém amado ou no “par ou impar”? Já ouvi por ai “é bom a criança ter cachorro desde pequena, para quando o cão morrer, a criança aprender a lidar a perda do bichinho”, penso um pouco diferente, creio que no dia a dia, podemos ensinar o bebê a lidar com esse sentimento, a perda(no sentido mais interior da palavra, a morte) é algo inevitável na vida de todos nós, e não será diferente com o seu bebê, não há necessidade de morrer um cachorro ou gato, para ele aprender a lidar com o luto, consequentemente com a perda. Creio que com pequenas ações podemos “facilitar” essa lição de vida. O pai vai na padaria, dá um tchau para o bebê, a mãe vai trabalhar abane a mão e diga tchau para o seu bebê, visitas, padrinhos, avôs e etc… evitem sair escondidos de casa na hora de ir embora, dê tchau para o bebê, mostre que você veio, porém teve que partir e assim aos poucos, ele entenderá que vocês foram embora, porém voltarão, mesmo que este voltar seja ilusório(até para nós). O bebê se sentirá frustrado naquele momento? Sim, mas em passos de formiga, aprenderá a lidar com a perda, a frustração, a ansiedade, o luto, a sinceridade e etc.

Após todas as refeições do Nico, eu digo “acaboooooou”, antigamente, ele quase sempre chorava, hoje em dia ele continua chorando kkkkkkkkkk, mas é um choro de quero mais, mesmo sem fome, um choro de saudade do alimento que ainda não comeu. Acabar corresponde à um chegar ao fim de alguma coisa, não é necessariamente negativo, acabar uma lição de casa significa que a sua tarefa acabou, e você pode ir jogar vídeo game, quando o pudim de leite condensado acaba, significa que ele chegou ao fim, dando espaço à outra sobremesa. Quando algo acaba, significa que chegou ao fim, e conheço muita gente que tem dificuldade de chegar ao fim de seus objetivos, metas e sonhos, quero que através de pequenas metas, Nico saiba que o ato terminar algo não deve ser visto como algo negativo, pois viver é muito mais do que preto no branco, muito mais que ruim ou bom, certo ou errado… Estou educando um ser pensante e para isso é necessário aprender a lidar com a parte difícil de viver, o Não, o tchau e o acabou! 

Não tenha uma visão errada de mim, pelo modo que eu educo meu filho, creio que você que esta lendo esse texto deve estar me achando um escroto, ditador e etc(escrevi “foda-se”, mas apaguei, só estou dizendo isso aqui, justamente para mostrar que eu não sou perfeito, muito menos dono da verdade) não é bem assim, eu estou tentando educar o Nico da maneira correta(para mim e não para toda a sociedade, vários EUs, lembra? rs ), assim como meus pais me educaram da maneira correta(para eles) e assim por diante, das coisas que tento(veja bem TENTO) ensinar para o Nico, ai estão os pontos mais complicados a serem discutidos. Imagine a educação como uma salada, cheia de temperos e condimentos, uns preferem mais sal do que outros, outros preferem mais pimenta e assim por diante, tudo isso dito acima misturado com afeto, atenção, cuidados, boa alimentação, asseio e amor, muito amor, brincadeiras, estímulos sociais e etc… pode ter certeza que dessa salada eu partilharei!

Deixo claro que esta é a minha opinião sobre esses temas,  não sou médico, psicólogo e muito menos a voz da verdade, sou apenas um pai tentando não errar muito. Cabe a você, refletir meu ponto de vista e concordar ou não. Os comentários estão sempre abertos para discussões sadias.

PS. Usei pudim e salada como exemplos, acho que estou com fome, vou almoçar… bom apetite! rsrs

 

Bjss e até breve! Sem choro hein! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

=P

Leia Mais

Atualizações Rapidinhas #1

Atualização blaster master mega super rápida das novidades:

 

> Nico esta quaaaaaaaaase engatinhando.

> Os 2 dentes de cima estão visíveis.

> Ele começou a falar “Mâmâmâmâ” quando ele quer a mãe dele… rs

> Descobrimos que ele gosta MUITO de música, qualquer desenho que ele assiste se tiver música prende a atenção dele, caso contrário, ele prefere enfiar o dedo no nariz(nova mania dele) ou apontar os pontinhos pretos que tem em seu carrinho de joaninha.

> Está com 73 cm e pesando quase 8,5 quilos. Mês que vem teremos que trocar a cadeirinha do carro ( MEEEEEEEEEERDA ¬¬).

> Em sua última visita à pediatra, ele chorou e pediu colo para ela, sim para a médica, ficou 5 minutos  pelado no colo da doutora… rs

> Há uns 15 dias, teve uma gripe fudida forte, muita febre, tosse, mas já está 100%. Obrigado aos padrinhos pela força que nos deram nesse final de semana interminável. Ai que está a importância de padrinhos presentes na vida do seu bebê.

> Ele esta aprendendo a interagir com 2 ou mais brinquedos, tipo colocar um brinquedo dentro do outro e balançar, ou usar um brinquedo para bater em outro.

> Estamos iniciando a batalha para organizar seu horário, sendo assim, não sairemos de casa pelo próximo milênio… hahaha… Pelo menos pelo próximo mês, vamos tentar manter a rotina com poucas mudanças, para ver se dá jeito em nosso Corujinha… rs 

> ELE AMA os gatos, foram eles os responsáveis por fazer o Nico querer engatinhar, Naty e eu gritando, jogando brinquedos, fazendo malabares, pirofagia e etc… nada ele dava atenção, dai um gato passava correndo em cima da cama, ele “corria” atrás… rs… Coitado dos gatos quando ele aprender a andar MUAHAHAHAHA.

> Estamos começando a planejar seu aniversário de 1 ano… Vou me sentir os meus pais falando isso, mas enfim… COMO PASSA RÁPIDOOOOOOO ( isso é realmente verdade! Aproveitem ao máximo, igual fizemos, fiz tanto isso que nem o TCC que tenho que entregar em 2 meses comecei a fazer ainda… to fufu!).

 

Um excelente feriadão para todos os pais e mães de plantão! Aproveitem para dormir até tarde(se o pimpolho deixar… é claro) e depois dar aquele rolê no parque, comer fora de casa, sei lá, saia da rotina!

Bjss

 

=D

Leia Mais

Os dentinhos e o início da subjetividade

Os benditos dentes de cima estão nascendo! GOD HELP US! hahaha Os da banguela de baixo, já nasceram e estão mais afiados do que nossa faca de churrasco… Somado a malícia do Nico de TUDO que põem na boca empurra para a parte de baixo da gengiva… Já pegou meu dedo para valer mesmo umas duas vezes… corta mais do que serra aqueles par de dentes. Dobro meu dedo e coloco na boca dele para medir a força da mordida… parece um pit bull galera kkkkkkkkkkkk

Os mordedores até choram quando estão na mão do Nico, e o garoto é a paciência em pessoa(sóquenão), quando dá chilique tenta morder o pai, a mãe, o tetê… até a avó já tentou morder… rs… É engraçado que com a mordida vem um gritinho tipo gladiador ” aaaaaaaaahhhhhhhh” e uma cara ameaçadora. Creio que ele puxou duas peculiaridades(para não dizer defeitos…rs) que Naty e eu temos, mal humor quando se está com fome e sono, respectivamente. Ou seja, estamos fudidos e vamos pagar pelo que fizemos à nossos pais… kkkkkkkkkk Creio que muitos dos pais e mães que leem este blog, devem estar rindo agora, porque sabem que é verdade, cuspir para cima é perigoso e quase sempre volta.

Outra novidade é o BEIJO, sim, agora ele manda beijo, mesmo sem saber o que é beijo, fala alto com ele, beijo, fala baixo, beijo também, ele vê galinha pintadinha = BEIJOS E MAIS BEIJOS… rs… menino vai ser impossível na beijação kkkkkkkkkk

Para comer agora é complicado, ele parece uma maquininha de triturar legumes e frutas, colherada atrás de colherada, se parar ouvimos berros, sorte que ele ainda é pequeno, senão já tomaria uns esculachos por não ter um pingo de paciência… é sério, acabou a papinha? A fruta tem que estar do lado, acabou a fruta, a bendita água deve estar perto, acabou tudo, alguns minutinhos de manha, e depois felicidade eterna(até a próxima refeição kkkkkkkkkk).

Já esta começando a entender o NÃO, só que não dá a mínima quando o ouve… rs … Nomeou a sua madrinha de “DADADA”, e continua falando TETA esporadicamente e agora conversa com seus brinquedos e com os gatos, está começando a voltar a dar trabalho para dormir, mas isso é culpa de seus pais que nos finais de semana ferram com sua rotina… faz parte né… e assim a construção subjetiva continua.

 

Ahhhhhhhhh tenho que fazer 2 posts que estou devendo, Nico na piscina e O Batizado do Nico… logo menos está pitando por ai, continue lendo e compartilhando o Aventura Paterna!

Comenta ai, quem mais tem filho(a) beijoqueiro(a) e olho gordo?! hahaha

Bom final de semana para todos!

 

Leia Mais

Dormir é um problema?

Nico esta com dificuldade para dormir bem, agora a “balada” é uma mistura de manha, dentes e a bagunça no relógio biológico, herdado da Naty. Quando eu estou com sono, encosto e durmo, não importa o lugar(com luz, sem luz, com barulho ou não), simplesmente capoto!Ele também tem essa facilidade, só que usa apenas em festas, churrascos e  viagens.

Naty já tem um sono leve(até demais), se o Nico boceja no quarto ao lado, ela já levanta e vai ver o que houve, bendita seja a mãe, porque eu sou uma pedra sonolenta, além de virar o DIMBAS(666) após as 4:00am, fico num mal humor terrível, nem a Naty me aguenta… rs… Ela levanta, dá de mamar, brinca, troca fralda, faz parar de chorar quando ele acorda assustado(acontecendo frequentemente, por sinal). No final de semana eu consigo ajudar bem mais, para que ela se recupere do trabalho pesada da semana.

Sinto que poderia ajudar mais, porém, mãe é mãe, a maternidade muda a mulher de tal forma, agrega paciência, força, garra, amor, carinho e etc. Esses dias para Naty “não vou te dar nada de natal, mais no dia das mães, pode escolher o que você quiser, que será seu” a esperta me retruca com um sorriso no rosto e a voz fininha ” DISNEEEEY”… menos Naty… menos… rs Você já tem um pateta em casa. Tu ru tiiiiiiiiissssssss.

A rotina se mantém em casa, no fim da noite, eu dou banho no Nico, ele mama e depois o coloco para dormir, ao som de Maria Rita, Seu Jorge, Marisa Monte, Galinha pintadinha e até um pouco de música clássica, eu sou musicalmente eclético, e ele que “sofre” com isso…rs… Em 10 minutos ele está dormindo pesado, coloco-o no berço, e vou deitar, não dá 30 minutos e o safado acorda aos berros e só sossega quando o tiramos do berço. Em nossa cama ele dorme sozinho, vendo tv ou brincando, ele capota sem esforço, mas para o manter no berço é uma luta, e olha que ele só dormiu conosco no 1 mês, depois foi para o bercinho do lado de nossa cama, ficou lá até os 3 meses, depois foi para seu berço fixo, em seu quarto, nos dias de vacina, deixo ele dormir conosco, caso alguma reação apareça no meio da noite, febre e etc.

Torço para que seja apenas fase, e que seja breve! Preciso hibernar URGENTE!

Esta difícil dormirmos mais de 3~4 horas seguidas, e ele também, isso cansa de tal maneira que era melhor nem dormir. Já acordamos cansados, querendo deitar novamente, mas quando vemos aquele banguelo sorrindo, recuperamos um pouco de nossas forças para viver mais um dia ao seu lado.

nico_sono

Alguém mais sofre de sono ?! Comente!

Leia Mais

O necessário

“Eu digo necessário
Somente o necessário
Por isso é que essa vida eu vivo em paz”

Mogli

A enfermeira e tia Bia é a responsável pelas vacinas do Nico. Ela sempre fez questão de aplicar cada uma delas, mas já deixou claro que a partir dos 6 meses de idade não faria mais essa “maldade” com o Nico “tenho medo de que quando ele me veja, já me associe com picada de injeção!” hahahaha. Nunca fui muito a favor de vacinas(as mães pira), mas, nem por isso, deixo de dar as vacinas do Nico em dia. Eu já sou marmanjo, tenho 26 anos e ainda estou vivo, mesmo sem vacinas, isso é história para um outro post.

Nico é fortinho para vacina, nunca teve reação(febre, vomito e etc), mas por precaução, em dia de vacina, ele dorme conosco na cama, para facilitar tirar a temperatura na madruga… Na semana pós vacina, Nico fica manhoooooso, faz biquinho de choro, é engraçado quando aprendemos(pela convivência) a detectar o tipo de choro do bebê, de manha, de fome, dor ou cólica(um tipo FILHODAPUTA de choro), sono e etc… é realmente uma linguagem a parte.

Para quem esta de fora, na platéia(amigos, familiares e etc) choro = choro, mas, para quem vive junto choro = N’ alternativas. Já ouvi muito “ele tá com fome, certeza!” o moleque acabou de mamar, “não é cólica não?” ele já tem 5 meses, cólica é coisa rara agora, “acho que é o ouvidinho” você pega ele no colo e o choro “milagrosamente” pára… Quem já teve mais de um filho, sabe que mesmo gêmeos são diferentes, eu só tive um(ainda) mas convivi com outros bebês MUITO diferentes. “No atacado e no varejo dos bebês”, a coisa muda muito hahaha.

Fico curioso a cada mudança comportamental do Nico. Ele já esta começando a atender(virar a cabeça) quando ouve seu nome, mas, dependendo do humor(sim, ele já tem algo parecido com humor…rs…) ele não dá a mínima. Naty luta 2 guerras por dia, dar de mamar e trocar a blusa dele. Para essas duas ações a paciência dele é curtíssima, diminui o fluxo do leite, já abre o berreiro, fica virando os braços, tenta levantar do colo… sim LEVANTAR DO COLO, no melhor estilo  “fuck that shit!”. Após o banho(ele adora banho), fralda CHECK, calça/bermuda CHECK, meias CHECK, colocar blusa = transformação em Hulk Mirim.

Dormir no berço em um horário aceitável(antes das 22h) é a minha guerra diária, como trabalho fora, tenho pouco tempo com o Nico, então faço questão de 2 coisas, dar banho nele e coloca-lo para dormir, é o nosso tempo juntos. Mas a cada dia na “guerra do sono” tenho que mudar de estratégia, para conseguir vencer, ainda estamos longe das 22h, mas, um dia eu chego lá… r. Já demorei cerca de 2h para coloca-lo para dormir e ele dormir apenas 30 minutos, o reloginho biológico dele, deve estar no horário do Japão… só isso explica… rs

Posso continuar aqui dando exemplos de ações e escolhas necessárias(pelo menos eu penso que sim), que tomo no dia a dia, para o bem estar e educação do Nico. E por que raios você disse tudo isso Bruno? Cadê o começo meio e fim dessa p%$@ de post. Simples! Como pai, faço coisas, no dia a dia, que pode causar dor ou “dor”, porém, são necessárias para os pequenos. Chorou quando mamou? Então tira o leite e dá fórmula? Lógico que não, seja paciente e tente dar mais leite. Ele não gosta de vestir a camisa, blusa ou camiseta? Deixa pelado? Não, coloca mesmo que contrariando o bebê, para evitar uma gripe ou algo pior, se ele chorar, acalme-o. São ações necessárias, seja para nós, pais, ou seja para eles, filhos. E as coisas continuarão assim para sempre, só mudarão as ações e os chiliques… rs

Eu tive noção disso ontem, quando após o banho Nicolas chorou MUITO para ser trocado, berrava, gritava, batia braços, estava igual a música “ah que isso, elas estão descontroladas…” dai perguntei para Naty, quando será que isso acaba e ele entenderá que o que estamos fazendo é necessário… ela me respondeu de uma maneira bem maternal, nunca!

Só devemos(e incluo vocês, pais e mães, nessa também!) tomar cuidado para não engolir as escolhas, opções e subjetividade de nossos bebês, transformando eles em extensões de nosso eu, isso seria trágico, para não dizer triste de diversas maneiras… Aprecie com moderação e parcimônia, igual a cerveja =P

(Quando tiver 10 anos Nico, favor reler este post, para evitar se frustrar por toda a sua adolescência e juventude… rs).

E vocês mães e pais de plantão, já se sentiram assim alguma vez? Comenta ai!

Leia Mais

Paciência…

… as vezes me falta, infelizmente.

Um tempo atrás(ontem, por exemplo…rs) Nico sofre com as (malditas) cólicas, ou com prisão de ventre, ocasionando corujões no meio da semana, Naty é uma santa(quando eu ronco, ela já me dá várias cotoveladas, quando o bebê chora ela faz gracinha… =/), tem toda a paciência do universo com o muleque… gritando, berrando, tocando o terror altas horas da madruga e a Naty só tentando acalma-lo com música, mordedor, brincadeiras e etc… Já eu, tenho prazo de validade no quesito sono(zzZZzZzzZz).

2:00am ainda sou produtivo, dou risada, falo merda.

3:00am estou iniciando a rotina de destruição em massa, linguajar monossilábico “sim, não, ok”, sorriso já não existe mais.

4:00am

cramulhão

Sendo assim, as vezes perce a paciência com o Nico, mesmo sabendo(mas não lembrando) que ele não tem a mínima idéia(ou seja, tá pouco se fodendo) de como resolver seus “problemas” e é totalmente dependente de nós(Naty e eu). Acho até injustiça da natureza, fazer um mamífero tão noob quanto o ser humano, poxa, tem mamífero por ai que já nasce tocando o terror na fauna… rs

Ok. Tudo resolvido, Nico dormindo, tudo no silêncio, minha barra de Stamina começando a carregar(junto com a de paciência), quando de repente o moto boy “pseudo segurança da rua” passa em frente nossa casa tocando aquela “pseudo sirene” … o Nicolas tem horror aquele barulho e antes do moto boy sair de nossa rua, Nico acorda chorando. Ontem Naty falou “Ai amor, ainda bem que eu não tenho uma sniper, porque senão ouviriamos apenas um tiro, seguido de um barulho de moto ralando na calçada “ e com esse barulho o Nico não acordaria, mas como não temos… paciência.

Leia Mais

O quarto

Por motivo de força maior(o calor dos infernos que esta fazendo em SP) decidimos que já esta na hora do Nico ir para o seu quarto, para gente poder voltar a usar os dois ventiladores que temos no quarto hahaha. Além de que, o quarto do Nico é bem mais ventilado do que o nosso, pois tem uma janela de frente para a rua (e para o vento noturno…rs). Ele estava dormindo no “berço chiqueirinho” montado do lado da nossa cama.

Conseguimos estabelecer uma rotina para que ele durma a noite inteira, quase nunca falha. Apelidamos de “combo de sonolência” rsrs.

Ele fica muito espoleta e conversador a noite(igual a Naty), quando chego da pós ou do trabalho, costumo ficar brincando (babando) com ele, para Naty poder tomar um banho, ajeitar algumas coisas, ir para o pc um pouco, jogar Plantas x Zombies e desanuviar a mente… rs

Dai começamos o “combo da sonolência”… Enquanto eu “canso” ele com risadas, ginásticas e muita conversa, vou organizando sua área de banho, arrumo trocador, pego toalha, fecho janelas, organizo a próxima troca de fraldas e etc… Quando a Naty sai do banho, começo o banho do Nico, sempre rápido para evitar ressecamento de pele(orientação do dermatologista) e o stress do pequeno.

Após o banho morno, vem a arma secreta, a mortífera “Tits” (apelido carinho) fábrica de leite materno. Após 10~12 minutos de alimentação contínua(sim, ele é bom de “garfo” igual o pai) começa a última fase do plano. Faço ele arrotar, pego no colo, coloco a música de dormir(um app para android que chama Music Box Baby) e começo a cantarolar o repente da sonolência… rsrs

5~10 min depois, ele começa a piscar mais forte, com os contornos dos olhos vermelhinhos de sono, as mãozinhas juntas próximas ao peito, ainda acordado, coloco ele no berço e deixo a musiquinha rolando bem baixinho atrás do travesseiro, mais 5~10 min e ele CAPOTA num sono profundo, cheio de tits, cores e fantasia.

MAAAAAAAAAAS ontem, seu primeiro dia no quarto sozinho, o plano falhou… rs Ele foi dormir só as 4AM, deixando a Naty parecendo um Zombie… rs… Mas creio que seja questão de costume, espero que hoje o plano funcione, pois Naty e eu somos como o Pink e o Cérebro, todas as noites tentamos dominar o mundo(do sono do Nico).

pink_cerebro

“O Pink, o Pink e o Cérebro, o cérebro e o Pink!”

=D

Leia Mais

Queridos, cheguei!

Saímos do Hospital Salvalus (dedicarei um post apenas para falar das boas e péssimas experiências vividas nessa maternidade) sexta-feira às 23:15h +/- Nunca havia dirigido um carro com um bebê na cadeirinha, ainda mais o meu bebê! Então fui a 60 km/h. Ou seja, após passar em 3 farmácias(próx. uma das outras) para pesquisar preço e comprar os medicamentos da Naty e do Bebê, cheguamos em casa por volta da 1h.

Nico mamou dentro do carro, domiu e resmungou, mas só com o carro parado, pelo visto já é um José Gasolina, curtiu a viagem para casa. Chegando próximo ao meu bairro, fui apresentando os “pontos turísticos” para ele, das favelas próximas até as padarias…rs… Naty foi segurando a barriguinha para não estourar os pontos de tanto rir…rs Pérola dos tipo “Filho, aqui é a favela do Pó, spot(local) 18+” ahuuhahuaUHaUHuhAhua

Chegamos em casa e organizamos as coisas que não lembramos de organizar antes, a primeira noite (como as seguintes) foram tranquilas,  ele acorda apenas 1x por noite para mamar e trocar fralda. Quando acorda e não tem porque chorar, fica no berço “de boa na lagoa” … curioso e preguiçoso… sempre atento a coisas novas e em prontidão à uma soneca esperta! rs

O dia mais difiícil, foi quando ele recebeu visita, quando a galera foi embora ele demorou quase 4h para dormir… foi tenso! Acho que ele estranhou a bagunça, o barulho, e as mudanças de horário de mamar e tal. Quem mandou ser querido por tantas pessoas?! hahaha

Só para constar, as avós e os avôs estão ajudando MUITOOOOOO… sem palavras para agradecer!

Curta o blog para receber mais posts. Abss

Leia Mais