Simpáticas Simpatias

Avós, tias, bisavós e alguns amigos, por crença, ou não, nos deram algumas dicas de simpatias ou lendas da maternidade. Antes de iniciar os relatos, vou tentar resumir de onde vieram as “simpatias”, suas origens e algumas curiosidades.

Pense em simpatia como uma magia lvl.1, ou seja, magia noob(novata), algo leve e inofensivo.É mais um ato de crer, do que algo mistico. Está intensamente ligado a superstição, reação causa x efeito.

Exemplo: “Quando está chovendo você deve jogar sal na porta de casa para amenizar/párar a chuva. “Ação A gera consequência B, mesmo que A e B não tenham nenhum tipo de relação lógica. Isso deve ter virado simpatia, porque algum dia, alguém derrubou o sal na porta de casa e a chuva párou no mesmo instante, e isso foi espalhado como verdade e seguido, repetido até chegar numa proporção de simpatia e consequentemente, de verdade para muitas pessoas.

Simpatias são inofensivas, e se não fizerem o bem , o mal também não farão, um emplasto. Mas se fossem 100% verdadeiras, as lotéricas estariam falidas, imagina todos os apostadores entrando com o pé direito antes de apostar…rs. Começarei a citar algumas simpatias e lendas, que já ouvi após me tornar pai.

No início da gravidez da Naty, minha mãe estava toda babona(e ainda esta), enquanto falávamos sobre chá de bebê, ela já me orientou “Quando eu estava amamentando nunca deixava ninguém sentar na minha cama” – Pensei que era por causa de micróbios, bactérias e etc, mas para confirmar, perguntei o motivo dessa atitude, sem exitar ela me respondeu “porque caso alguma mulher sentar na cama do casal e essa bendita estiver em RED ALERT(ciclo menstrual) a grávida tem o leite seco, ou seja, pára de amamentar pois o leite materno secará.”

<< Minha reaçãojackie-chan-meme

Dias depois minha sogra foi em casa passar o dia com a Naty e já aproveitou para ajudar com as novas roupas do bebê, lavou, passou vinagre com confort, e na hora de secar ela disse “roupa de bebê não se torce, pois dá cólica na criança”, agora foi a vez da Naty ficar com essa cara >>jackie-chan-meme

Quem nunca ouviu falar que tecido vermelho na testa pára o soluço, pintar o cabelo faz o bebê nascer com a mesma cor da tintura(essa tenho até testemulha hahaha né tia Roberta), cinza de cigarro cura afta, barriga pontuda é menino, barriga redonda menina, se a grávida derrubar uma tesoura no chão se cair aberta é menina se cair fechada é menino… são coisinhas engraçadas e que me fazem ficar curioso com suas origens… mas isso é história para um outro post.

A única lenda que revelarei a origem para vocês hoje, é a tão falada “Mãe do corpo“, um “espírito que habita o corpo da grávida e fica a procura do bebê após o parto, mexendo-se por todo o corpo da mãe.” Minha sogra e minha mãe confirmaram e disseram que a Naty também confirmará num futuro próximo… Meio macabro não acham? Agora vou explicar o que esta além da crença:

Após 9 meses de gestação imagina como está o interior do corpo feminino, uma bagunça, órgãos em posições provisórias, e o local “alugado” pelo bebê, está novamente no “mercado imobiliário” do corpo (rsrs), agora está livre para a reorganização interna, esse período de ajustes podem durar até 1 ano após o parto, ou seja, o útero pode contrair, fazendo com que a mãe ache que algo se mexe lá dentro, mas fique calma, é apenas seu útero e seus órgãos voltando para suas “residências próprias”, ou você acha que somos apenas nós que temos o sonho da casa própria… rs.

Espero que tenham gostado do texto, tentei de maneira extrovertida e respeitosa, mostrar como simpatias e crenças não fazem mal algum, e funcionam apenas como um emplasto(que pode ser um remédio poderoso… que me diga Brás Cubas). Resumindo, se você não crê, respeite a sabedoria dos mais velhos.

PS. Para garantir, quem for na minha casa visitar o bebê …::: NÃO SENTE NA MINHA CAMA SE ESTIVER EM RED ALERT!:::…  hahahaha E o bebê sairá da maternidade com alguma peça de roupa amarela e vermelha, reza a lenda que trás riqueza, sabedoria e saúde… vai saber né!

Bjss

Leia Mais